In vitro evaluation of the antimicrobial activity of different antiseptics on contaminated gutta-percha cones

Irene Pina Vaz, Rita Noites, Manuel Fontes Carvalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

Objectivos: Neste trabalho avaliou-se a actividade antimicrobiana in vitro de diferentes soluções antissépticas na desinfecção de cones de gutta-percha. Materiais e métodos: trinta e seis cones de gutta-percha foram contaminados com culturas puras de diferentes microrganismos: Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae e Candida albicans. Os cones foram imersos em diferentes soluções antissépticas: álcool iodado a 2%, hipoclorito de sódio a 3%, clorhexidina a 0,2% e ácido cítrico a 5%, durante 5 minutos. Resultados: os resultados indicam que o álcool iodado é o mais eficaz sobre todos os microrganismos, excepto a C. albicans. Sobre esta, o mais eficaz foi o hipoclorito de sódio a 3%, mostrando eficácia sobre os restantes microrganismos, tal como o ácido cítrico. A clorhexidina não mostrou eficácia sobre qualquer dos microrganismos, nestas condições experimentais.
Idioma originalEnglish
RevistaRevista Clinica de Pesquisa Odontológica
Volume4
Número de emissão3
Estado da publicaçãoPublicado - 2008

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “In vitro evaluation of the antimicrobial activity of different antiseptics on contaminated gutta-percha cones“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação