Intra and inter-individual differences in social intelligence of Portuguese students

Título traduzido da contribuição: Diferenças intra e inter individuais na inteligência social de estudantes portugueses

Joana Carneiro Pinto*, Liliana Faria, Neide Gaspar, Maria do Céu Taveira

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

19 Transferências (Pure)

Resumo

A inteligência social constitui uma condição favorável à tomada de decisão e ao desenvolvimento vocacional. Este trabalho visa caracterizar os níveis de inteligência social, e analisar as diferenças intra e interindividuais, em alunos portugueses em anos de pré-transição vocacional. Participaram 1095 alunos (552, 50% mulheres), com uma média de idades de 14,78 anos (DP = 1,86), do 8º, 10º, e 11º níveis escolares. Administrou-se a Prova Cognitiva de Inteligência Social (PCIS), em dois momentos (T1 e T2), com seis meses de intervalo. Os resultados indicam que o 8º ano obteve resultados médios superiores, nos índices de Resolução de Problemas, Motivação e Autoconfiança (T1), enquanto o 10º ano obteve resultados superiores, em Resolução de Problemas, Motivação e Familiaridade (T2). Entre momentos de avaliação, registra-se, para todos os níveis escolares, um aumento em Resolução de Problemas e Autoconfiança em situações sociais. Estes resultados constituem condições psicológicas favoráveis à promoção do questionamento ético nas intervenções de orientação vocacional.
Título traduzido da contribuiçãoDiferenças intra e inter individuais na inteligência social de estudantes portugueses
Idioma originalEnglish
Páginas (de-até)153-161
Número de páginas9
RevistaPaideia
Volume25
Número de emissão61
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 1 mai. 2015

Keywords

  • Inteligência
  • Ética
  • Orientação vocacional

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Diferenças intra e inter individuais na inteligência social de estudantes portugueses“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação