Itinerário das profissões sociais em Portugal, 1910-1962

Francisco Branco*

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

2 Citações (Scopus)

Resumo

Ensaia-se neste artigo a reconstituição do itinerário das profissões sociais na vigência da I e II Repúblicas, privilegiando o período que se desenrola entre a sua fundação (1910), a constituição do Estado Novo (1933-1945) e a sucessão de Salazar (1968), explorando sobretudo as visitadoras como uma das guras centrais e paradigmáticas das prossões sociais em geral e das prossões do trabalho social em particular durante este período. Esta reconstituição historiográca, baseada em fontes secundárias, explora em particular os movimentos e guras in uentes na institucionalização destas prossões emergentes, as dinâmicas de rutura e continuidade entre os períodos charneira, as infuências internacionais, bem como a dimensão de género.
Título traduzido da contribuiçãoThe social professions in Portugal, 1910-1962
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)44-72
Número de páginas29
RevistaAnálise Social
Volume50
Número de emissão214
Estado da publicaçãoPublicado - 2015

Keywords

  • Visitadoras sanitárias
  • Visitadoras escolares
  • Assistentes sociais
  • Profissões sociais
  • Portugal

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Itinerário das profissões sociais em Portugal, 1910-1962“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação