Liderança no voleibol: relação entre filosofia, prática e indicadores de liderança

João Alves, Catarina Morais, Rui Gomes, Clara Simães

Resultado de pesquisarevisão de pares

14 Transferências (Pure)

Resumo

Este estudo teve como principais objetivos (a) aferir a perceção de atletas e respetivos treinadores face à capacidade dos treinadores explicitarem a sua filosofia de liderança e de a colocarem em prática no dia-a-dia, bem como de a avaliar, (b) testar a premissa de quando os atletas percecionam que os treinadores são congruentes na sua liderança (isto é, têm uma relação linear entre a sua filosofia, prática e indicadores de liderança), apresentam maior eficácia na sua liderança, medida neste estudo através da satisfação dos atletas com o treinador e da sua perceção de rendimento desportivo. Foram inquiridos 157 atletas de voleibol e respetivos treinadores (n = 14). Os resultados mostram que atletas e treinadores têm uma perceção semelhante sobre a necessidade de os treinadores explicitarem de forma mais evidente a sua filosofia de liderança, os seus planos de ação e os indicadores de avaliação. Concluiu-se ainda que, de acordo com o Modelo da Eficácia da Liderança, a congruência dos ciclos de liderança está associada a níveis mais elevados de satisfação com os treinadores e perceção de rendimento desportivo coletivo.
Título traduzido da contribuiçãoLeadership in volleyball: relationship between leadership philosophy, practice and criteria
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)153-161
Número de páginas9
RevistaColeção Pesquisa em Educação Física
Volume20
Número de emissão1, sup.
Estado da publicaçãoPublicado - 2021

Keywords

  • Ciclos de liderança
  • Eficácia da liderança
  • Treinador
  • Rendimento desportivo
  • Satisfação com a liderança

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Liderança no voleibol: relação entre filosofia, prática e indicadores de liderança“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação