Lisboa e a Corte nos séculos XVII e XVIII: Perspectivas de uma reconfiguração (Mesa redonda)

António Camões Gouveia, Henrique Carvalho Neto, Sara Ceia, André Filipe Neto, Alexandra Canaveira de Campos

Resultado de pesquisa

Resumo

Resultante do trabalho do grupo de estudo Barroco e Barrocos. Portugal e o Império. História e Património. este painel de abertura ao diálogo terá como campo a intersecção entre a sociedade/sociabilidade de Corte, ramificada nas dimensões da trama política, da religião e dos saberes, das artes de palco e do efémero permanente, num tempo que designaremos por Barroco Atlântico, o das construções sequenciais à paz com a Espanha e das primeiras remessas de vulto de ouro do Brasil até à ruina da Ópera do Tejo, com o terramoto de Lisboa.
Idioma originalPortuguese
Título da publicação do anfitrião¿Decadencia o Reconfiguración?
Estado da publicaçãoPublicado - 2017

Citação