Literacia em saúde nos estudantes do ensino superior: que relações com o uso de redes sociais?

Resultado de pesquisarevisão de pares

58 Transferências (Pure)

Resumo

A literacia em saúde (LS) é hoje uma importante ferramenta na promoção da saúde e prevenção da doença. O presente estudo, exploratório e correlacional, tem como objetivos: caracterizar os estudantes do ensino superior (ES) relativamente aos seus níveis de LS e de LS digital (e-LS); explorar suas relações com a utilização de redes sociais e comportamentos de saúde; explorar possíveis preditores de LS e e-LS. Participaram no estudo 125 estudantes de diversos cursos, que responderam a instrumentos de autorrelato. Os resultados mostraram níveis de LS em geral acima dos encontrados na população portuguesa, mas abaixo dos níveis de LS nas faixas etárias em que se inserem esses estudantes. Do total de participantes, 42,9% apresentam valores inadequados ou problemáticos, o que constitui uma oportunidade estratégica para a promoção da LS no contexto do ES. O nível de escolaridade da mãe e o próprio sofrer de uma doença crônica revelaram-se preditores significativos da e-LS. As tecnologias digitais podem ser utilizadas como um adequado meio de promoção da saúde dos estudantes do ES, sendo fundamental a identificação de outros preditores de LS e e-LS. As universidades devem incluir a LS nos seus currículos, num conceito alargado de promoção da saúde no ES.
Título traduzido da contribuiçãoHealth literacy in higher education students: what are the relationships with the use of social networks?
Idioma originalPortuguese
Número do artigoe33031
Número de páginas20
RevistaPhysis
Número de emissão33
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - set. 2023

Keywords

  • Literacia em saúde
  • Literacia em saúde digital
  • Redes sociais
  • Ensino superior

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Literacia em saúde nos estudantes do ensino superior: que relações com o uso de redes sociais?“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação