"Manual de maus costumes" ou gramática da nossa civilização? Uma reflexão sobre o valor e a importância da Sagrada Escritura

Resultado de pesquisa

Resumo

A propósito da afirmação de José Saramago, em que este diz que a Bíblia é «um manual de maus costumes, um catálogo de crueldade e do pior da natureza humana», procura-se aqui responder a questões como estas: Com que fundamento e intenção faz Saramago tal afirmação? A partir de que concepção e leitura da Bíblia? Ou não será antes a partir da falta de uma leitura correcta da Escritura e motivado por equívocos e/ou preconceitos em relação ao «livro dos livros»?
Idioma originalPortuguese
RevistaTheoLogica
Estado da publicaçãoPublished - 2011

Citação