Novas perspetivas para a abordagem dos efeitos cardiovasculares dos inibidores da tirosinacinase em doentes com leucemia mieloide crónica

Ana G. Almeida*, António Almeida, Teresa Melo, Lurdes Guerra, Luís Lopes, Patrícia Ribeiro, Marta Duarte, Alexandra Mota, Ricardo Fontes‐Carvalho

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

2 Citações (Scopus)

Resumo

O uso dos inibidores da tirosina cínase (ITC) para o tratamento da leucemia mieloide crónica alterou significativamente o prognóstico dessa doença e permitiu uma esperança devida praticamente normal. Apesar dos seus inegáveis benefícios, o uso dos ITC está associado a um aumento do risco de efeitos colaterais sobre o sistema cardiovascular, nomeadamente no risco de eventos aterotrombóticos. Torna-se por isso necessário conhecer e prevenir os efeitos adversos desses fármacos de modo a permitir a continuação da terapêutica antileucémica e minimizar a toxidade para os doentes. Este documento multidisciplinar, elaborado através de uma colaboração entre hematologistas e cardiologistas de vários serviços hospitalares portugueses, tem por objetivo rever a toxidade cardiovascular associada aos vários ITCse estabelecer sugestões para o seguimento desses doentes. São ainda propostas medidas para a avaliac ̧ão e redução do risco cardiovascular desses doentes, critérios de referenciação ediscutidas interações medicamentosas relevantes.
Título traduzido da contribuiçãoNew prospects for the management of cardiovascular effects of tyrosine kinase inhibitors in patients with chronic myeloid leukemia
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)1-9
Número de páginas9
RevistaRevista Portuguesa de Cardiologia
Volume38
Número de emissão1
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - jan 2019
Publicado externamenteSim

Keywords

  • Cardiotoxicity
  • Cardio‐oncology
  • Chemotherapy
  • Chronic myeloid leukemia
  • Tyrosine kinase inhibitors

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Novas perspetivas para a abordagem dos efeitos cardiovasculares dos inibidores da tirosinacinase em doentes com leucemia mieloide crónica“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação