Nurse’s leadership and participation in hospital governance: scoping review

Título traduzido da contribuição: Liderança e participação dos enfermeiros na governança hospitalar: scoping review

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

Contexto: As estruturas da governação hospitalar são exigentes e desafiadoras e exigem um investimento por parte da organização, dos seus líderes e da equipa de profissionais de saúde, no caso particular dos enfermeiros, para que se obtenham cuidados prestado com qualidade e segurança do cliente. Objetivo: Mapear as evidências disponíveis sobre o impacto da liderança e participação do enfermeiro na governação hospitalar no que diz respeito à qualidade e segurança da assistência prestada. Métodos: Scoping review, com pesquisa de estudos em bases de dados datados entre janeiro de 2014 a julho de 2020, objetivando evidências o mais recente possíveis que permitam responder à questão de investigação. O corpus amostral foi constituído por 10 artigos que reuniram condições metodológicas. Resultados: As evidências sugerem uma relação significativa entre a governação compartilhada e o envolvimento no trabalho, indicando que quanto mais os enfermeiros participam na governação compartilhada, maior é o seu envolvimento no trabalho, com resultados positivos nos cuidados prestados e na segurança do cliente. A governação compartilhada configura-se como uma estratégia que pode facilitar a adesão da equipa de enfermagem, uma vez que permite aos enfermeiros maior controlo e autonomia sobre a sua prática profissional. As estruturas e processos da governação legitimam a prática profissional dos enfermeiros, traduzindo-se em cuidados de saúde de qualidade e na garantia da segurança do cliente. A participação dos enfermeiros na governação hospitalar requer líderes transformacionais, proativos e que se esforcem por transformar o ambiente e a cultura organizacional através da inovação. A base da governação compartilhada reside nos princípios de responsabilidade, parceria, autonomia e comunicação. Conclusão: Os enfermeiros em contexto hospitalar devem reger-se por um modelo de prática de enfermagem mais autónomo, com participação ativa na governação e assente na negociação coletiva e compartilhada, sendo estas condições sine qua non para se obter cuidados de qualidade e garantir a segurança do cliente.
Título traduzido da contribuição Liderança e participação dos enfermeiros na governança hospitalar: scoping review
Idioma originalEnglish
Páginas (de-até)91-111
Número de páginas21
RevistaGestão e Desenvolvimento
Número de emissão30
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - 23 mar 2022

Keywords

  • Liderança
  • Governação
  • Enfermeiro
  • Hospital
  • Segurança
  • Cuidados

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Liderança e participação dos enfermeiros na governança hospitalar: scoping review“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação