O baptismo fora da Igreja: implicações do diálogo entre católicos e ortodoxos

Resultado de pesquisarevisão de pares

5 Transferências (Pure)

Resumo

O documento de Bari (1987) da Comissão mista internacional para o diálogo teológico católico-ortodoxo consagrado à articulação entre a fé, os sacramentos e a unidade da Igreja é um documento de convergência onde se manifestam as divergências das Igrejas sobre o baptismo. A questão do valor do baptismo dos parceiros do diálogo, fulcral em todas as suas implicações, é um campo em aberto e promissor na exigência de uma nova lógica de compreensão das relações eclesiais. Revestindo-se de um cariz de natureza sistémica, o diálogo em torno do valor do baptismo e o seu reconhecimento na relação entre estas duas Igrejas obriga-as a reinventar métodos perspectivados em termos de «consenso diferenciado» e modelos cuja matriz se poderá encontrar no modelo das «Igrejas irmãs». É na perspectiva de contributo para esta reinvenção que este artigo se situa.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)101-112
Número de páginas12
RevistaDidaskalia
Volume36
Número de emissão1
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 1 jan 2006

Citação