O caminho sinodal da igreja alemã: síntese provisória

Resultado de pesquisa

13 Transferências (Pure)

Resumo

Após apresentação, em setembro de 2018, do documento denominado MHG-Studie, sobre os abusos sexuais na Igreja da Alemanha, a respetiva Conferência Episcopal decidiu ser necessário e urgente percorrer um caminho de conversão e de renovação, tomando a iniciativa, aprovada em março de 2019, de colocar em curso o que denominou “Caminho Sinodal”. Trata-se de um processo anterior e independente do caminho sinodal entretanto impulsionado, a nível global, pelo Papa Francisco, a partir de outubro de 2021. O processo sinodal da Igreja alemã viria a concentrar-se em quatro grandes áreas temáticas: o poder e o seu exercício na comunidade eclesial; o perfil do presbítero; a mulher na Igreja; a sexualidade. Neste artigo aborda-se o conteúdo dos quatro documentos produzidos sobre cada umas das áreas temáticas, com alguns comentários críticos finais.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)187-197
RevistaBrotéria
Volume196
Número de emissão2
Estado da publicaçãoPublicado - 1 fev. 2023

Citação