O Conselho Geral e a deslegitimação da democracia escolar

Adília Cruz, José Matias Alves

Resultado de pesquisarevisão de pares

41 Transferências (Pure)

Resumo

O Decreto-Lei nº75/2008, de 22 de abril, alterado pelo Decreto-Lei n.º 224/2009, de 11 de setembro e pelo Decreto-Lei n.º 137/2012, de 2 de julho apresenta-nos o Conselho Geral, como um órgão colegial e multifacetado na sua constituição, que poderá apresentar-se com dupla função: define as linhas orientadoras da atividade da escola e acompanha a sua implementação, e, por outro lado, controla e fiscaliza a atividade da escola, garantindo a sua legalidade e transparência. Pode constituir-se agregador dos polos diferenciadores de contrapoder ou, ao contrário, impulsionador de dinâmicas sinérgicas e articuladas de apoio ao desenvolvimento e inserção na comunidade dos respetivos Projetos Educativos, ou ainda, como palco em que os interesses pessoais ou partidários são defendidos em autênticas lutas pelo poder. Os membros do Conselho Geral são agentes políticos, no sentido em que exercem funções de caráter político e de representação de interesses na gestão e orientação das escolas, no âmbito da política educacional definida pelo Estado. No entanto os diversos atores no âmbito educacional, professores, pesquisadores, associações de pais e alunos, entre outros, apontam críticas à função do Conselho Geral em Portugal. Há quem defenda a necessidade de uma reforma deste órgão para melhorar o seu desempenho e a sua eficácia na promoção de uma educação de qualidade. Partindo de uma experiência vivida, como Presidente de uma Comissão Administrativa Provisória, num Agrupamento de Escolas no ano 2021/2022, pretendemos trazer à discussão e dar um contributo no sentido de se perceber como pode o Conselho Geral e, principalmente, o seu Presidente condicionar as dinâmicas de uma organização servindo-se de jogos de interesses internos e externos que podem não ter qualquer impacto na melhoria da escola e antes contribuir para a sua clausura e ruína institucional.
Idioma originalPortuguese
Título da publicação do anfitriãoAtas V Seminário Internacional
Subtítulo da publicação do anfitriãoEducação, Territórios e Desenvolvimento Humano
EditoresIlídia Cabral, Diana Mesquita
Local da publicaçãoPorto
EditoraUniversidade Católica Portuguesa
Páginas45-53
Número de páginas9
ISBN (impresso)9789895370733
Estado da publicaçãoPublicado - dez. 2023
EventoV Seminário Internacional: Educação, Territórios e Desenvolvimento Humano - Universidade Católica Portuguesa, Porto
Duração: 20 jul. 202322 jul. 2023
https://fep.porto.ucp.pt/pt-pt/asset/22676/file

Conferência

ConferênciaV Seminário Internacional: Educação, Territórios e Desenvolvimento Humano
Título abreviadoV_SIETDH
País/TerritórioPortugal
CidadePorto
Período20/07/2322/07/23
Endereço da Internet

Keywords

  • Conselho Geral
  • Jogos de interesses
  • Desligitimação
  • Democracia

Citação