O desenvolvimento do ser pessoal em Edith Stein. Do núcleo à formação da pessoa

Resultado de pesquisarevisão de pares

18 Transferências (Pure)

Resumo

Este artigo apresenta a conceção de Stein sobre o desenvolvimento pessoal, que acontece a partir de um núcleo, um centro pessoal. Stein individua tal núcleo, já nos escritos fenomenológicos, como uma estrutura pessoal, sinónimo da individualidade própria, constituída por um eu anímico. A ideia do núcleo será desenvolvida numa fase posterior do seu pensamento, em que elabora uma ontologia em chave antropológica. O núcleo informa a alma e o corpo no decurso do processo. A individualidade não se dá pelo corpo (matéria), como defende Tomás de Aquino, mas pela ‘forma’, isto é, a partir do interior. O desenvolvimento compreende o todo da pessoa, tanto a interioridade como a exterioridade. No entanto, será na relação pessoal e única do ser humano com o ser divino, que o núcleo, entendido como a ‘essência da alma’, se abrirá plenamente e conhecerá aquela imagem ou ‘marca qualitativa’ específica que é a sua. O pleno desdobramento do núcleo estaria, portanto, na capacidade de amar a Deus e de amar o próximo.
Título traduzido da contribuiçãoThe development of the personal being in Edith Stein. From the nucleus to the formation of the person
Idioma originalPortuguese
Número de páginas23
RevistaFranciscanum
Volume63
Número de emissão175
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 15 jan. 2021

Keywords

  • Desenvolvimento pessoal
  • Núcleo
  • Individualidade
  • Pessoa
  • Alma

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “O desenvolvimento do ser pessoal em Edith Stein. Do núcleo à formação da pessoa“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação