O ensino médico pós-graduado baseado em competências: reflexão sobre o Internato Médico

Fernando Domingos

Resultado de pesquisarevisão de pares

5 Transferências (Pure)

Resumo

Introdução: o conceito de treino/aprendizagem baseada em competências (TABC) é relativamente recente na educação médica portuguesa, embora seja cada vez mais recomendado a nível internacional como forma de responder às exigências actuais do ensino médico, nomeadamente no treino de especialistas. Métodos: foi efectuado um estudo empírico para avaliar se o internato da especialidade apresenta características compatíveis com uma aprendizagem baseada em competências. O estudo implicou a construção e validação de um questionário constituído por 17 itens medidos numa escala de Lickert de cinco níveis. A validade de conteúdo foi avaliada de acordo com o método de Lawshe. A fiabilidade avaliada com alfa de Cronbach foi de 0,722. O questionário foi enviado pelo correio para 4.501 médicos, incluindo uma amostra aleatória de especialistas de Medicina Geral e Familiar, Medicina Interna e Cirurgia, e todos os possíveis internos. O preenchimento foi efectuado pelos próprios médicos e foi anónimo. Resultados: responderam 457 médicos (10,3% dos inqui-ridos) com idades entre os 27-82 anos. Foram considerados válidos 439 questionários, correspondentes a 237 internos da especialidade e 202 especialistas (72 cirurgiões, 67 internistas e 63 médicos de família); 128 especialistas eram tutores. A maioria dos respondentes (78,7%) admitiu ter pouco ou nenhum conhecimento dos métodos de TABC. A maioria dos médicos considera ter um conhecimento aceitável das competências genéricas e específicas que devem ser adquiridas no internato da sua especialidade, embora esse conhecimento seja mais acentuado na especialidade de Medicina Geral e Familiar. As respostas aos itens relacionados com a adequação dos métodos de treino são concordantes com os métodos TABC. Contudo, as respostas a todos os itens relacionados com os instrumentos de avaliação revelam muito pouca concordância com os métodos de TABC. Conclusões: os resultados contrariam a possibilidade do internato médico português ser um processo de treino/aprendizagem baseado em competências.
Título traduzido da contribuiçãoCompetency-based postgraduate medical education: considerations regarding Medical Residency
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)25-52
Número de páginas28
Revista Cadernos de Saúde
Volume1
Número de emissão1
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 1 jan 2008

Keywords

  • Educação médica
  • Aprendizagem baseada em competências
  • Internato médico
  • Formação médica pós-graduada

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “O ensino médico pós-graduado baseado em competências: reflexão sobre o Internato Médico“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação