O handover/handoff perante a pessoa em situação crítica no serviço de urgência: uma revisão integrativa da literatura

José Lopes, Rita Marques, Patrícia Pontífice Sousa

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

Introdução: O handover / Handoff consiste no processo de transferência da responsabilidade ou seja, a transmissão de informação especifica acerca de um doente, de um prestador de cuidados para outro ou dos prestadores de cuidados para o doente e família, de forma a permitir uma continuidade de cuidados e com vista a segurança do doente. O serviço de urgência (SU), como recetor do doente crítico, tem particularidades que dificultam uma comunicação eficaz pelo que, torna-se fundamental a existência de um handover minucioso, de forma a melhorar a qualidade e a segurança do doente dentro do sistema de saúde. Deste modo optámos por realizar uma revisão integrativa de literatura. Objetivos: Identificar os fatores promotores e inibidores do handover do doente critico no SU, conhecer o conteúdo a transmitir no handover do doente critico no SU e identificar ferramentas de apoio ao handover. Material e métodos: Realizou-se uma revisão integrativa, seguindo a metodologia proposta por Joanna Briggs Institute, através da conjugação de termos MesH recorrendo à base de dados EBSCO host – Research Databases, nas bases de dados CINAHL complete, MEDLINE complete, Cochrane Central Register Of Controlled Trials, Cochrane Database of Systematic Reviews, Cochrane Methodology Register, nos idiomas português e inglês e na janela temporal de 2010 a 2020. Resultados: A amostra foi constituída por sete estudos em que se identificaram cinco categorias, nomeadamente, fatores promotores e fatores inibidores do handover, conteúdo do handover, ferramentas de handover, e recomendações para uma melhoria do handover. Conclusões: A pesquisa realizada revelou a importância do handover no serviço de urgência. Uma aposta na sua qualidade promove uma transição de cuidados segura. O uso de ferramentas padronizadas, uma linguagem estruturada e equipas especializadas aumentam a qualidade dos cuidados e os resultados dos doentes, com menor morbilidade. É fundamental investir na formação interdisciplinar e interinstitucional nesta área pois, o handover adequado traz benefícios para os doentes, profissionais e sistema de saúde.
Título traduzido da contribuiçãoThe handover/handoff of the critically ill patient in the emergency department: an integrative review
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)4-12
Número de páginas9
Revista Cadernos de Saúde
Volume13
Número de emissão2
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 1 jul 2021

Keywords

  • Transferência da responsabilidade pelo paciente
  • Cuidados críticos
  • Urgência

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “O handover/handoff perante a pessoa em situação crítica no serviço de urgência: uma revisão integrativa da literatura“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação