O potencial da inteligência artificial na gestão

Afonso Violante, António Andrade

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Transferências (Pure)

Resumo

A Inteligência Artificial (IA) ultrapassou as barreiras do que se julgava impossível e a cartografia da investigação publicada evidencia casos onde a sua adoção torna os negócios mais rápidos, inteligentes e seguros. Não obstante, e como é tendência na automação, também a IA está sujeita a muitos dogmas, medos e até a algumas ameaças no plano empresarial, nomeadamente se poderá vir a ter impacto nos postos de trabalho. O presente artigo tem como objetivo identificar a morfologia da perceção que os gestores possuem sobre o potencial da IA nas organizações. Trata-se de um estudo numa perspetiva qualitativa, de natureza descritiva, adotando como método de recolha de dados a entrevista. O objetivo acima proposto neste estudo exploratório permitiu concluir que os gestores das organizações estão relativamente familiarizados com o conceito de IA. Em relação à aplicação desta nos setores de atividade, podemos concluir que a IA tem um impacto notório nos processos e atividades nos setores Financeiro, do Retalho e da Tecnologia. Relativamente aos setores da Saúde e da Energia, apesar de o impacto já ser relevante, a introdução da IA nestes setores, seguindo a amostra, ainda se encontra numa fase embrionária. No entanto, todos os gestores estão consciencializados que esta ferramenta será o futuro do mundo empresarial e que só as organizações que a melhor utilizarem serão capazes de se manter competitivas a longo-prazo.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)439-479
Número de páginas40
RevistaGestão e Desenvolvimento
Número de emissão30
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 30 jun 2022

Keywords

  • Inteligência artificial
  • Inovação
  • Competitividade

Citação