O processo de avaliação dos níveis de bem-estar espiritual: um contributo para a sua validação

Ana Cristina Caramelo Rego

Resultado de pesquisarevisão de pares

4 Transferências (Pure)

Resumo

O presente estudo teve como objectivo analisar os resultados da tradução/validação da Escala de Avaliação Espiritual e estudar as suas propriedades psicométricas. O instrumento original, denominado Spiritual Assessment Scale foi desenvolvido por Elizabeth O’Brien (1999), com o objectivo de avaliar o bem-estar espiritual. Partindo da Spiritual Assessment Scale, procedeu-se a um estudo de investigação metodológica. O instrumento foi validado numa amostra de 210 pacientes. Após a análise da homogeneidade dos itens, suprimiram-se dois itens da escala original, ficando a escala de avaliação espiritual constituída por dezanove itens. A escala é composta por três factores correspondentes aos três conceitos que compõem o Spiritual Well-Being (Fé Pessoal, Prática Religiosa e Paz Espiritual). Os resultados indiciaram estarmos perante uma escala fiável e válida para a avaliação do bem estar-espiritual, embora se sugira a necessidade de novos estudos de revalidação.
Título traduzido da contribuiçãoThe evaluation of spiritual well-being: validating an approach
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)199-204
Número de páginas6
Revista Cadernos de Saúde
Volume1
Número de emissão2
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 1 jun 2008

Keywords

  • Espiritualidade
  • Escala
  • Enfermagem
  • Holismo
  • Cuidado espiritual
  • Bem-estar espiritiual

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “O processo de avaliação dos níveis de bem-estar espiritual: um contributo para a sua validação“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação