Resumo

A crise financeira de 2008 possibilitou a efetivação de uma antiga aspiração histórico-política de Portugal: a existência de um espaço mediático lusófono. O modelo de media do atlântico sul de expressão portuguesa identificado neste livro desenvolveu-se, no entanto, através de um processo que pode ser caracterizado por colonização em sentido inverso uma vez que assentou numa relação assimétrica e de dependência do mercado português relativamente aos investidores de Angola e Brasil. O volume congrega um conjunto de estudos sobre o setor dos media em diversos países lusófonos, nos quais se articula o desempenho económico e financeiro dos grupos económicos de media com o impacto das formas de propriedade na atuação da comunicação social enquanto instituição basilar da democracia.
Idioma originalPortuguese
Local da publicaçãoLisboa
EditoraUniversidade Católica Editora
Número de páginas192
ISBN (eletrónico) 9789725406526
ISBN (impresso)9789725406465
Estado da publicaçãoPublished - mai 2019

Citação