Os ciganos e o RMG : direitos sociais e direito à diferença.

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

Este artigo privilegia a questão da construção multicultural da igualdade e da diferença elegendo como caso exemplar da problemática pós-moderna da compatibilização dos direitos sociais e dos direitos culturais, a administração do Rendimento Mínimo Garantido em Portugal à população de etnia cigana. A tese defendida é a de que o universalismo antidiferencialista que caracteriza a gestão das políticas sociais do Welfare State se constitui como um obstáculo à compreensão das práticas sociais dos beneficiários do RMG de etnia cigana fundadas, essencialmente, numa dinâmica de resistência cultural.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)121-143
Número de páginas22
RevistaIntervenção Social
Número de emissão27
Estado da publicaçãoPublicado - 2003

Citação