Perfecionismo, perturbações emocionais e suas relações com o comportamento alimentar perturbado: um estudo com adolescentes portugueses

Leonor Oliveira, Rita Francisco, Rosa Novo

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

O perfecionismo tem sido associado ao desenvolvimento de sintomatologia de perturbação alimentar, apesar de ser ainda necessário o seu escrutínio em adolescentes dos dois sexos. Pretendeu-se investigar o contributo e as relações entre o perfecionismo e a sintomatologia emocional no desenvolvimento de comportamento alimentar perturbado em ambos os sexos numa amostra de 531 adolescentes. Utilizaram-se o Eating Attitudes Test 26, Cuestionario Educativo-Clínico: Ansiedad y Depresión e a subescala de perfecionismo do Eating Disorder Inventory 2. Com recurso a regressões múltiplas hierárquicas identificou-se que a idade, dieta, perfecionismo auto-orientado e depressão contribuem para explicar significativamente 42% da variância da sintomatologia de perturbação alimentar nas raparigas. Nos rapazes o perfecionismo global e a sintomatologia de perturbação emocional contribuíram para explicar 10% da variância da sintomatologia relativa a esta perturbação. São discutidas as implicações dos fatores de risco estudados para o desenvolvimento das perturbações alimentares na adolescência e sua forma de avaliação.
Título traduzido da contribuiçãoPerfectionism, emotional disturbance and its relation to eating disorder symptomatology: a study with Portuguese adolescents
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)23-34
Número de páginas12
RevistaPSICOLOGIA
Volume29
Número de emissão1
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - 2 jun 2015
Publicado externamenteSim

Keywords

  • Perturbações alimentares
  • Perfecionismo
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Adolescência

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Perfecionismo, perturbações emocionais e suas relações com o comportamento alimentar perturbado: um estudo com adolescentes portugueses“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação