Perspectiva teológica: memória, identidade e fronteiras. Estudo bibliométrico e sociométrico da produção científica de 1969 a 2019.1

Alex Villas Boas, Andréia Cristina Serrato, Alaís Daiane Zdziarski, June Alisson Westarb Cruz

Resultado de pesquisarevisão de pares

5 Transferências (Pure)

Resumo

Este breve recorrido histórico-teológico da Revista Perspectiva Teológica, por ocasião de seu quinquagésimo aniversário (1969-2019), é perpassado pela pergunta acerca da sua identidade, especificidade e missão. Após um breve esclarecimento com vistas a justificar a opção metodológica pelos editoriais da Revista como fonte bibliográfica principal do presente estudo, apresentamos as três fases da história da Perspectiva Teológica. Em seguida, na intenção de sublinhar o seu caráter pastoral-eclesial, lançamos um olhar panorâmico para o Concilio Vaticano II e as Conferências Gerais do Episcopado latino-americano pós-conciliares. Como a eclesiologia e a teologia, tal como a práxis e a teoria, se exigem mutuamente, dedicamos algum espaço ao Pontificado do Papa Francisco e a Teologia da Libertação com suas interpelações atuais. A conclusão aponta, na forma de uma síntese, as características centrais da Perspectiva Teológica que a Revista Perspectiva Teológica mantém, promove, reflete e comunica.
Título traduzido da contribuiçãoPerspectiva teológica: memory, identity and borders: Bibliometric and sociometric study of the scientific production on “perspectiva teológica” journal from 1969 to 2019.1
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)45-80
Número de páginas36
RevistaPerspectiva Teologica
Volume51
Número de emissão3
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - 2021

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Perspectiva teológica: memória, identidade e fronteiras. Estudo bibliométrico e sociométrico da produção científica de 1969 a 2019.1“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação