"Perto e longe": estudo de caso com famílias militares das ilhas e de Portugal continental

Catarina Francisco, Rita Francisco, Maria Teresa Ribeiro, Renato Pessoa dos Santos*

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

5 Transferências (Pure)

Resumo

A duração e localização geográfica das fases de uma missão militar podem levar a diferentes impactos nos subsistemas familiares. Com o presente estudo exploratório e qualitativo pretende-se identificar e analisar as alterações sentidas pelas famílias insulares e Portugal Continental durante uma missão; e
identificar os recursos para lidar com os desafios. A amostra é constituída por 12 participantes de quatro famílias nucleares militares portuguesas. Recorreu-se à entrevista semiestruturada, procedendo-se à análise através do processo abdutivo. Verificaram-se dificuldades das famílias insulares associadas à separação prolongada. Os principais recursos utilizados foram o suporte social e a comunicação com o militar. É importante desenvolver programas sobre resiliência que minimizem os riscos da separação familiar e potenciem as relações familiares e recursos da comunidade
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)144-163
Número de páginas21
RevistaRevista de Psicología GEPU
Volume11
Número de emissão2
Estado da publicaçãoPublished - dez 2020

Keywords

  • Missão
  • Insularidade
  • Família militar
  • Parentalidade
  • Conjugalidade

Citação