Resumo

Ao imaginário do mar tem sido habitualmente atribuído na cultura portuguesa um papel central enquanto modelo de referência e de legitimação de uma comunidade imaginada. Todavia, este espaço fluído não está isento de contradições, apresentando igualmente os processos de contestação, transgressão e exclusão desse mesmo modelo identitário. Os textos apresentados em Poéticas da Navegação têm como objectivo estudar o mar e os espaços ribeirinho enquanto "zona contacto", simultaneamente dialógica e conflitual, e a forma como a sua mediação através dos discursos literário, historiográfico, antropológico ou visual, produz uma "cultura da navegação".
Idioma originalPortuguese
Local da publicaçãoLisboa
EditoraUniversidade Católica Editora
Número de páginas208
Edição1
ISBN (impresso)9789725401866
Estado da publicaçãoPublicado - 2008

Série de publicação

NomeInvestigação

Citação