O sagrado portátil: perspetivas antropológicas

Alfredo Teixeira*

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

Apresentado no contexto de um colóquio internacional sobre as Bíblias portáteis do século XII e XIII, este ensaio propõe o mapeamento teórico de quatro vias de acesso à morfologia do sagrado: o sagrado originante, o sagrado memorável, o sagrado difuso e o sagrado grafomotriz. Neste itinerário multiscópico, procura-se, em particular, uma aproximação compreensiva às qualidades de portabilidade do sagrado, confrontando modelos teóricos e exemplos do arquivo historiográfico e etnográfico.
Título traduzido da contribuiçãoPortable sacred: anthropological perspectives
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)209-221
Número de páginas13
RevistaLusitania Sacra
Número de emissão34
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 1 jul 2016

Keywords

  • Memória
  • Sagrado portátil
  • Materialidade religiosa
  • Maurice Halbwach
  • Régis Debray

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “O sagrado portátil: perspetivas antropológicas“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação