Propriedades de agregação e de biofilme de uma nova estirpe candidata a probiótico Faecalibacterium duncaniae DSM 17677

Daniela Machado, Rita Vedor, Joana C. Barbosa*, Diana Almeida, José Carlos Andrade, Ana Maria Gomes

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisa

9 Transferências (Pure)

Resumo

Recentemente, a bactéria comensal intestinal Faecalibacterium duncaniae, anteriormente designada por Faecalibacterium prausnitzii, tem emergido como uma nova candidata a probiótico, apresentando bioatividades relevantes para o tratamento e prevenção de diversas doenças inflamatórias intestinais [1,2]. Apesar da sua elevada importância na saúde humana, a capacidade deste microrganismo para inibir a colonização patogénica permanece pouco explorada, principalmente devido às dificuldades na sua cultura e manipulação, consequência da sua natureza anaeróbia estrita [3]. Assim, o objetivo deste trabalho foi estudar a capacidade da estirpe-tipo F. duncaniae DSM 17677 impedir a colonização patogénica, avaliando por ensaios in vitro as suas propriedades de auto-agregação, de co-agregação com nove microrganismos patogénicos e de formação de biofilme. Os resultados demonstraram que F. duncaniae DSM 17677 foi capaz de autoagregar e co-agregar com todas as bactérias patogénicas estudadas. As percentagens de auto-agregação foram superiores a 25 e 60% após 2 e 24 horas de incubação, respetivamente. Por seu lado, as percentagens de co-agregração com estirpes patogénicas foram superiores a 10 e 30% nos mesmos tempos de incubação anteriores. Relativamente à formação de biofilme, a F. duncaniae DSM 17677 formou biofilme após 24 horas de incubação, sendo classificado como produtor moderado. Em conclusão, foi demonstrado que F. duncaniae DSM 17677 possui propriedades essenciais para a sua permanência no ambiente intestinal e prevenção da colonização patogénica. Além disso, estes resultados evidenciam o potencial da estirpe F. duncaniae DSM 17677 para ser utilizada como estratégia bioterapêutica viva no tratamento e prevenção de infeções intestinais.
Idioma originalPortuguese
Páginas1-1
Número de páginas1
Estado da publicaçãoPublicado - 17 out 2022
EventoCongresso Internacional de Microbiologia em Língua Portuguesa
- Online
Duração: 17 out 202219 out 2022

Conferência

ConferênciaCongresso Internacional de Microbiologia em Língua Portuguesa
Título abreviadoMicrobiologia 2022
País/TerritórioPortugal
Período17/10/2219/10/22

Citação