Prosocial tendencies measure validation for Portuguese late adolescents

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Transferências (Pure)

Resumo

O Questionário de Tendências Prossociais (MTP) de Carlo e Randall (2002) é amplamente usado para avaliar tendências prossociais. Partindo do pressuposto de que existem diferenças no comportamento pró-social entre adolescentes e adultos, o presente estudo teve como objetivo validar a versão em português do MTP com uma amostra de adolescentes. Este instrumento avalia seis tipos diferentes de tendências prossociais: altruísta, anónima, emergência, emocional, complacente e pública. Desenhado para confirmar esta estrutura fatorial do MTP com adolescentes portugueses, este estudo recolheu as perceções de um total de 1313 adolescentes a frequentar o ensino secundário. A análise fatorial confirmatória corroborou a estrutura de seis fatores da validação original. Além disso, considerando o ano escolar e o género dos alunos, a análise de invariância foi executada e atestou a invariância configural, métrica (parcialmente para género) e escalar (parcialmente para ano escolar e género) do MTP. Estes resultados demonstram ainda que a versão portuguesa MTP é confiável, aumentando a utilidade deste instrumento para avaliar comportamentos prossociais na adolescência.
Idioma originalEnglish
Páginas (de-até)83-91
Número de páginas9
RevistaInteração em Psicologia
Volume26
Número de emissão1
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - jun 2022

Keywords

  • Comportamentos prossociais
  • Análise fatorial confirmatória
  • Análise de invariância
  • Adolescentes

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Prosocial tendencies measure validation for Portuguese late adolescents“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação