Qual a evolução da predisposição dos portugueses para consumir leguminosas como fonte proteica principal?

Rosa Moreira, Carla S. Santos*, Marta W. Vasconcelos, Elisabete Pinto

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Transferências (Pure)

Resumo

Introdução: O crescimento populacional e as alterações climáticas têm motivado a procura de padrões alimentares mais saudáveis e ambientalmente mais sustentáveis. Uma maior inclusão de alimentos de origem vegetal, como as leguminosas, pode fazer parte deste caminho. Objetivos: O objetivo deste estudo foi avaliar o consumo de leguminosas em duas amostras da população adulta portuguesa, e comparar a predisposição para a inclusão destes alimentos como substitutos proteicos da carne ou do pescado, em 2014 e 2020. Metodologia: Foram elaborados dois questionários semiestruturados com algumas perguntas iguais, um em 2014 e outro em 2020, disseminados online, através das redes sociais. Foram participantes válidos 1741 indivíduos em 2014 e 908 em 2020. As variáveis categóricas foram descritas através de n e % e comparadas através do teste de qui-quadrado. A idade foi descrita através de mediana e intervalo interquartil e comparadas através do teste de Mann-Whitney U. A análise foi conduzida através do software SPSS 24.0. Resultados: Em 2014, 19,9% dos entrevistados referiu que utilizava leguminosas como substituto da carne e do pescado e, em 2020, esta percentagem subiu para 31,7% (p< 0,001). A percentagem de inquiridos que afirmaram não colocar tal hipótese diminuiu de 15,0% (2014) para 11,5% (2020) (p = 0,017). As principais motivações e barreiras para o consumo de leguminosas foram identificadas e 77,5% da amostra mostrou não ter conhecimento sobre a sua porção diária recomendada. Conclusões: Apesar de os portugueses estarem dispostos a alterar os seus hábitos alimentares, é necessário desenvolver estratégias para aumentar o conhecimento acerca das leguminosas, nomeadamente das recomendações alimentares para uma dieta saudável e sustentável.
Título traduzido da contribuiçãoWhat is the evolution of Portuguese consumers’ predisposition to use legumes as their main protein source?
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)26-29
Número de páginas4
RevistaActa Portuguesa de Nutrição
Volume28
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - jun 2022

Keywords

  • Dietas sustentáveis
  • Padrão alimentar
  • Proteína vegetal

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Qual a evolução da predisposição dos portugueses para consumir leguminosas como fonte proteica principal?“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação