Radicalidade da vocação cristã e comunhão eclesial: interpelações das comunidades paulinas

Resultado de pesquisarevisão de pares

9 Transferências (Pure)

Resumo

O nosso ponto de partida será uma afirmação de Romano Penna, um importante especialista no âmbito dos estudos paulinos. Diz ele: “O ex-fariseu de Tarso ajuda-nos a todos a purificar o próprio conceito de cristianismo”. Será verdade? Será que o pensamento de Paulo nos pode servir de guia à revisitação e à reconfiguração profética da atual morfologia cristã? Haverá efetivamente, em Paulo, um conjunto de interpelações com validade não só for all seasons do percurso eclesial, mas para esta mesma que estamos a viver? Pois bem, se tivéssemos de explicar porque nos parece positivamente instigadora a observação de Penna, avançaríamos quatro desafios fundamentais: o desafio a acolher a metamorfose como gramática do crer; o desafio a edificar uma Igreja referida a Cristo, mais do que a si mesma; o desafio a levar a sério a natureza comunitária da Fé; o desafio a viver em estado de recomeço.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)21-31
Número de páginas11
RevistaDidaskalia
Volume45
Número de emissão1
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 1 jan. 2015

Keywords

  • São Paulo
  • Vocação cristã
  • Igreja
  • Koinonía
  • Comunhão

Citação