Redenção e deformidade: a poética do estranhamento como discurso teológico da modernidade

Resultado de pesquisarevisão de pares

7 Transferências (Pure)

Resumo

O processo psicológico da identificação emocional com o herói é o paradigma domi-nante da civilização literária ocidental desde a sua descrição na Poética de Aristóteles como mecanismo básico da receção da obra por parte do leitor/espetador, e a sua adoção como vetor primário daquela edificação moral prezada na antiguidade clássica e na tradição cristã como função antropológica essencial da literatura.Gesto fundador da modernidade literária a partir, pelo menos, do fim do século XIX, numa inovação que seria teorizada sistematicamente na dramaturgia do estranhamento de Bertolt Brecht, a rutura com este paradig-ma implica uma mudança radical não apenas do discurso antropológico veiculado pela lite-ratura e da interpretação do seu papel como agente moral, mas também do discurso te-ológico por ela implícita ou explicitamente desenvolvido. Com referência final à obra de duas escritoras símbolo desta evolução como Flannery O Connor e Clarice Lispector, focalizar-se-á o núcleo teológico da poética do estranhamento, de desativação da identificação empática com o protagonista: é através da intolerável, repugnante, deformidade (moral e estéti-ca) do ser humano que a redenção se manifesta como ocorrência, imprevisível e humanamente impossível, da Graça, como abismo incompreensível em que a transcendência se abre caminho, derrubando todo o raciocínio, toda a expetati-va, toda a lógica. Porque a redenção é Graça, não Lei.
Título traduzido da contribuiçãoRedemption and deformity: the poetics of strangeness as the theological discourse of modernity
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)51-116
Número de páginas66
RevistaTeoliterária
Volume11
Número de emissão23
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 15 abr 2021
Evento I Colóquio Teotopias, 2019: “Trazida ao espanto da luz”. Centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen - Unibersidade Católica Portuguesa !, Porto
Duração: 8 nov 20199 nov 2019
http://www.teotopias.org/coloquio-2019/

Keywords

  • Identificação
  • Estranhamento
  • Repugnância
  • Deformidade
  • Redenção
  • Poética
  • Aristóteles
  • Flannery O'Connow
  • Clarice Lispector

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Redenção e deformidade: a poética do estranhamento como discurso teológico da modernidade“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação