Redenção e Escatologia: Estudos de Filosofia, Religião, Literatura e Arte na Cultura Portuguesa: Época Medieval, Vol. 1, tomo 2

Resultado de pesquisa

Resumo

O segundo tomo desenvolve a reflexão acerca das noções de Redenção e Escatologia no contexto medieval desde a fundação da nacionalidade até aos alvores do renascimento, com especial atenção para a literatura conventual de edificação do período cultural dos Mosteiros de Santa Maria de Alcobaça, Santa Cruz de Coimbra e Lorvão, para a literatura historiográfica, cronística e hagiográfica do período da Geração de Avis, e também com especial preocupação para a arte românica e gótica nos campos da arquitetura, da escultura e da iluminura. A forte influência românica na arte deste período da fundação da nacionalidade apresenta-se de forma significativa, por exemplo, na Bíblia de Santa Cruz através da iluminação do manuscrito em letra visigótica pela conjugação de elementos vegetais zoomórficos e antropomórficos. Nesta obra, destacamos o In “Princípio” do Génesis, em que a ilustração no interior do I ocupa toda a altura da coluna e é constituída por medalhões que narram as diferentes fases da Criação (Sta Cruz 1, fl. 2 Bíblia. séc. XII.): Deus com o homem e a mulher no Paraíso após a Criação (Gn 2, 16 -17), Adão e Eva tentados pela serpente a comer do fruto da árvore da ciência do Bem e do Mal (Gn 3, 6), a expulsão do Paraíso e os querubins armados de espada flamejante para guardar a árvore da Vida (Gn 3, 23-24).
Idioma originalPortuguese
Estado da publicaçãoPublicado - 2015

Citação