(Re)ler o passado / (re)escrever o futuro: literatura digital e património imaterial

Diogo Marques, Ana Gago

Resultado de pesquisarevisão de pares

24 Transferências (Pure)

Resumo

Partindo da contextualização da Literatura Digital em Portugal, enquanto herdeira do Experimentalismo praticado pelo movimento PO.EX – isto é, uma literatura em mutação e assente numa tipologia de constrangimentos muito própria –, no presente artigo propomo-nos dar conta do potencial de (re)criação artística e literária da Ciberliteratura portuguesa, na (re)transmissão das narrativas populares de base oral entendidas como manifestações do património imaterial (literário) português. Através da exploração de processos combinatórios e gerativos de escrileitura, analisam-se exemplos de autores e obras de literatura digital enquadráveis numa estratégia de educação patrimonial participativa à luz da Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)87-103
Número de páginas17
Revista MatLit
Volume8
Número de emissão1
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 28 out. 2020

Keywords

  • Ciberliteratura
  • Experimentalismo
  • Literatura digital
  • Património imaterial
  • Narrativas populares

Citação