Auto-regulação, resiliência e consumo de substâncias na adolescência: contributos da adaptação do questionário reduzido de auto-regulação

Paulo C. Dias, José A. García del Castillo

Resultado de pesquisarevisão de pares

10 Transferências (Pure)

Resumo

No presente trabalho apresentam-se os estudos de adaptação do Questionário Reduzido de Auto-regulação (Carey, Neal & Collins, 2004), um instrumento que permite a avaliação do Controlo de impulsos e Estabelecimento de objectivos. Na análise das propriedades psicométricas do questionário foi encontradauma estrutura factorial consistente e valores de fidelidade elevados. É estudada a relação entre auto-regulação, resiliência, com o recurso à Escala de Resiliência (Wagnild & Young, 1993), e consumo de substâncias na adolescência. Os resultados sugerem uma relação entre a auto-regulação e o consumo de substâncias, além de uma correlação elevada entre o estabelecimento de objectivos e a resiliência, e uma correlação moderada entre o controlo de impulsos e a resiliência. As implicações do estudo são discutidas.
Título traduzido da contribuiçãoSelf-regulation, resiliance and substance use in adolescence: adaptation of the short self-regulation questionnaire
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)205-216
Número de páginas13
RevistaPsicologia, Saúde e Doenças
Volume10
Número de emissão2
Estado da publicaçãoPublicado - 2009

Keywords

  • Auto-regulação
  • Resiliência
  • Consumo de substâncias
  • Adolescência

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Auto-regulação, resiliência e consumo de substâncias na adolescência: contributos da adaptação do questionário reduzido de auto-regulação“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação