Sobre a Frente Atlântica do Porto

Tiago Maia, Leonardo Costa

Resultado de pesquisarevisão de pares

2 Citações (Scopus)
15 Transferências (Pure)

Resumo

A Frente Atlântica do Porto é uma associação intermunicipal de fins múltiplos constituída pelos municípios de Matosinhos, Porto e Vila Nova de Gaia. Porque surgiu? Como se enquadra no contexto da governança territorial do Estado português no continente do país? Que impacto tem vindo a ter no desenvolvimento como Liberdade dos 3 municípios? O método de investigação utilizado foi o estudo de caso. O mesmo contemplou a recolha de informação documental, a realização de entrevistas a agentes políticos chave e uma avaliação preliminar da Frente Atlântica do Porto segundo dimensões correspondentes às liberdades instrumentais da teoria do desenvolvimento como liberdade de Amartya Sen. Os resultados mostram que a Frente Atlântica do Porto: i) surgiu pela necessidade de coordenar ações entre os três municípios; ii) tem dado uma voz à sub-região e à região a que pertence; e iii) indicia ter impactos positivos no desenvolvimento como liberdade dos 3 municípios.
Título traduzido da contribuiçãoOn the Porto Atlantic Front
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)95-114
Número de páginas20
RevistaRevista Portuguesa de Estudos Regionais
Volume2019
Número de emissão52
Estado da publicaçãoPublicado - 2019

Keywords

  • Desenvolvimento como liberdade
  • Frente Atlântica do Porto
  • Governança do Estado Português
  • Poder local

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Sobre a Frente Atlântica do Porto“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação