Tempo e narrativa no cinema de Manoel de Oliveira

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

Este livro explora a cosmovisão e a identidade estética do cinema de Manoel de Oliveira na perspectiva da temporalidade. Partindo da noção do cinema como arte narrativa, cruza as reflexões do cineasta acerca da sua criação com uma atenção concreta a cada um dos seus filmes e à obra como um todo, em busca da trave‑mestra que sustenta o seu pensamento e o seu acto criativo. Daqui ressalta o olhar do artista — um olhar radicalmente interrogativo e combativo —, revelador de profunda escuta, de intenso desejo e de incansável labor experimental. A obra oliveiriana faz do tempo — e da consciência sobre ele — a matéria «plástica» sobre a qual se exerce um trabalho estético de ressonâncias escatológicas, desafiando o espectador ao confronto com a sua própria humanidade.
Idioma originalPortuguese
Local da publicaçãoLisbon
EditoraTinta da China
ISBN (impresso)9789896716868
Estado da publicaçãoPublicado - jun. 2022

Citação