The biochemistry of saliva throughout pregnancy

Título traduzido da contribuição: O efeito da gravidez sobre a bioquímica salivar

Rute Rio, Álvaro Azevedo, Liliana Simões-Silva, Jorge Marinho, Mário Jorge Silva, Benedita Sampaio-Maia

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Transferências (Pure)

Resumo

OBJETIVO: Os achados relativos às análises sialométricas e sialoquímicas durante a gravidez não são consistentes, e por vezes são mesmo contraditórias. Assim, fizemos uma revisão da literatura e comparamos os níveis salivares de cálcio, fósforo, sódio, potássio, cloreto, glucose, α-amilase, pH e a taxa de fluxo salivar entre mulheres grávidas e não grávidas, bem como, avaliamos a evolução desses parâmetros ao longo da gravidez. MÉTODO: Realizamos um estudo transversal comparando a bioquímica salivar de um grupo inicial de 30 mulheres grávidas com um grupo inicial de 30 mulheres não gestantes da mesma idade seguido de um estudo longitudinal avaliando as mulheres grávidas no primeiro e terceiro trimestre de gravidez.
RESULTADO: As mulheres grávidas apresentaram um pH da saliva não estimulada ácido, mas um pH da saliva estimulada neutro, assim como diminuição dos níveis salivares de cálcio, aumento dos níveis salivares de fosfato, e uma diminuição progressiva nos níveis de glicose na saliva ao longo da gravidez. CONCLUSÃO: A gravidez muda significativamente o ambiente bioquímico oral, criando condições favoráveis para o desenvolvimento de patologia oral, em particular da cárie dentária.
Título traduzido da contribuiçãoO efeito da gravidez sobre a bioquímica salivar
Idioma originalEnglish
Número de páginas6
RevistaMedicalExpress
Volume2
Número de emissão5
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 1 jan 2015

Keywords

  • Saliva
  • Gravidez
  • Cálcio
  • Fósforo
  • Glicose

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “O efeito da gravidez sobre a bioquímica salivar“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação