O impacto da crise no serviço social

E. Duque, F. Dias

Resultado de pesquisarevisão de pares

5 Transferências (Pure)

Resumo

O presente estudo possui como objetivo central analisar o desemprego no seio do Serviço Social visando, principalmente, compreender as causas que o motivam numa era em que o trabalho do Assistente Social é fundamental devido à multiplicidade de problemas sociais existentes. A não inserção do Assistente Social no mercado de trabalho constitui uma problemática social preocupante. Desta forma, numa tentativa de compreender e explorar este problema social foi utilizada uma metodologia qualitativa com recurso a entrevistas realizadas a diplomados em Serviço Social pela Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Católica Portuguesa, Centro Regional de Braga. Concluiu-se que o modelo social envolvente constitui um dos maiores motivadores da crise que estamos a presenciar com consequências em múltiplas esferas da sociedade. O modelo social atual criou uma sociedade paradoxal preenchida por múltiplos profissionais formados, mas que não têm oportunidade de colocar em prática as suas habilitações por se encontrarem num mercado de trabalho saturado que não aproveita a mão-de-obra qualificada que possui e que a cada momento a desrespeita quer pela falta de ofertas, quer pelas condições débeis que disponibiliza.
Título traduzido da contribuiçãoThe impact of the crisis on social work
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)138-158
RevistaHolos
Volume34
Número de emissão8
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 2018

Keywords

  • Serviço social
  • Assistente social
  • Modelo social
  • Crise
  • Desemprego

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “O impacto da crise no serviço social“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação