O poder visível: D. Carlos, a imprensa e a opinião pública no final da monarquia constitucional

José Miguel Sardica*

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

6 Citações (Scopus)
152 Transferências (Pure)

Resumo

O presente artigo parte de uma análise das principais dinâmicas de afirmação da mass-politik e de industrialização e democratização da imprensa portuguesa, no final do século XIX e no início do século XX, para situar e compreender a relação que o rei D. Carlos teve com o mundo dos jornais e da opinião pública, desde os tempos da educação como Príncipe Real até à aposta final em João Franco e ao desfecho trágico do regicídio. É assim possível observar como a história da queda da monarquia constitucional também resultou, entre diversos outros fatores, das dificuldades que o Paço e os políticos do sistema tiveram em conviver com as exigências jornalísticas próprias da “idade de ouro” da imprensa portuguesa.
Título traduzido da contribuiçãoThe visible power: D. Carlos, the press and the public opinion in the end of the Portuguese constitutional monarchy
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)344-368
Número de páginas25
RevistaAnálise Social
Volume47
Número de emissão2
Estado da publicaçãoPublicado - 1 dez. 2012

Keywords

  • D. Carlos
  • Monarquia constitucional
  • Jornalismo
  • Imprensa
  • Opinião pública

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “O poder visível: D. Carlos, a imprensa e a opinião pública no final da monarquia constitucional“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação