Trás-os-Montes de António Reis e Margarida Cordeiro: uma visão poética das relações de um povo com a sua terra

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

Fortemente sensibilizados pelo cenário de grande beleza do nordeste de Portugal, António Reise Margarida Cordeiro realizaram em 1976 uma obra marcante na História do cinema Português.Trás-os-Montes é um notável documento cinematográfico que se apresenta como um excelente ponto de partida para uma profunda reflexão sobre questões relacionadas com as dinâmicas geradas pela relação dos povos com a terra. Neste registo, António Reis e Margarida Cordeiro, já em plena década de 70 do século passado, reclamavam a necessidade de um olhar criterioso, crítico e reflexivo para questões tão essenciais como o crescente abandono das terras por novas gerações fortemente seduzidas por melhores condições de vida que acreditavam poder encontrar por via da emigração para países como a França, Suíça ou Luxemburgo. Trás-os-Montes é uma visão poética e apaixonada pela terra. É um filme sobre a interioridade de um país. Um registo pautado pelos longos silêncios contemplativos da agreste paisagem. É um retrato de gentes que sabem rir, chorar, amar, crescer e morrer num cenário de profunda beleza, porém, profundamente hostil por via de um clima assumidamente agreste, por escassas condições sociais e, sobretudo, por uma muito preocupante de sertificação populacional em crescendo. Um manifesto de resistência à modernidade e aos atrativos da cidade. O cinema pode ter uma função muito abrangente. Uma função que pode ir muito para além da lúdica. O cinema pode despertar e incutir no espetador uma necessidade de reflexão que tendencialmente deverá conduzir a uma mobilização política e popular vocacionada para a ação. Trás-os-Montes é um perfeito exemplo disso ao olhar de forma comprometida, reflexiva, mas também instigadora para uma questão de primordial importância para o país e suas populações: o território e suas relações com as populações
Idioma originalPortuguese
Título da publicação do anfitriãoTierra, Derechos Humanos y desarrollo
Subtítulo da publicação do anfitriãosupuestos y visiones desde África y América
EditoresMiguel A. Martín López, Ramón Rueda López, Concha Pérez Curiel, Laura García Martín
EditoraEdiciones Egregius
Capítulo17
Páginas354-367
Número de páginas14
ISBN (impresso)9788418167140
Estado da publicaçãoPublished - 2020

Keywords

  • Cinema
  • Território
  • Emigração
  • Desertificação
  • Interioridade

Citação