Trayectorias y actitudes generacionales: temporalidades y actitudes ante la educación, el trabajo y el consumo de tres generaciones de jóvenes españoles y portugueses

Título traduzido da contribuição: Trajetórias e atitudes geracionais:: temporalidades e atitudes perante a educação, o trabalho e o consumo de três gerações de jovens espanhóis e portugueses

José Durán Vázquez, Eduardo Duque

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar as trajetórias biográficas de três gerações de jovens espanhóis e portugueses (1935-1945, 1955-1965 e 1975-1985) em relação às suas atitudes perante o mundo da educação, do trabalho e do consumo. Para a concretização desta investigação, recorreu-se aos diferentes Relatórios da Juventude, publicados regularmente desde 1960. Os resultados obtidos permitem chegar às seguintes conclusões: a geração de 1935-45 foi a mais influenciada pela ética do trabalho; a de 1955-65 é a primeira que participa dos valores dos três âmbitos analisados; a juventude do período 1975-85 é a geração mais socializada nos valores do consumo, valores que exercerão maior influência nos outros dois âmbitos, no educativo e laboral.
Título traduzido da contribuição Trajetórias e atitudes geracionais:: temporalidades e atitudes perante a educação, o trabalho e o consumo de três gerações de jovens espanhóis e portugueses
Idioma originalSpanish
Páginas (de-até)9-28
Número de páginas20
RevistaSociologia, Problemas e Praticas
Número de emissão87
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 2018

Keywords

  • Juventude
  • Valores
  • Gerações

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Trajetórias e atitudes geracionais: temporalidades e atitudes perante a educação, o trabalho e o consumo de três gerações de jovens espanhóis e portugueses“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação