Uma pintura sobre o mar incolor da divindade: o uso do paradoxo no ‘Peregrino Querubínico’ de Angelus Silesius

Resultado de pesquisarevisão de pares

Idioma originalPortuguese
RevistaHumanística e Teologia
Estado da publicaçãoPublicado - 2011

Citação