Vacinação: mais um capítulo na narrativa política da pandemia

Ana Teresa Peixinho, Felisbela Lopes, Clara Almeida Santos, Rita Araújo, Catarina Duff-Burnay, Olga Estrela Magalhães

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Transferências (Pure)

Resumo

Este artigo é um estudo de caso exploratório sobre a mediatização da primeira fase de vacinação contra a COVID-19 em Portugal. Analisa qualitativamente dois jornais diários generalistas portugueses – o Público, jornal de referência, e o Jornal de Notícias, jornal popular –, procurando compreender quais as estratégias discursivas utilizadas nas peças informativas sobre vacinação. A análise de discurso de 101 títulos, publicados entre 21 de dezembro de 2020 e 21 de janeiro de 2021, revela que a cobertura noticiosa dos dois jornais recorre essencialmente a duas estratégias discursivas: a politização do acontecimento, configurando uma narrativa que espelha um trabalho jornalístico excessivamente dependente de fontes oficiais; e a promoção de uma narrativa de esperança, contrastante com a narrativa distópica anterior, que dominou os primeiros meses de cobertura da pandemia.
Título traduzido da contribuiçãoVaccination: another chapter in the political narrative of the pandemic
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)27-39
Número de páginas13
RevistaEstudos em Comunicacao
Número de emissão34
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - 2022

Keywords

  • Vacinação
  • COVID-19
  • Mediatização
  • Discurso
  • Narrativa
  • Politização

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Vacinação: mais um capítulo na narrativa política da pandemia“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação