What makes learning easier and more difficult? The perspective of teenagers

Título traduzido da contribuição: O que facilita e dificulta a aprendizagem? A perspetiva de adolescentes

Rosário Serrão Cunha*, Luísa Mota Ribeiro, Cristiana Sequeira, Rita de Almeida Barros, Leonor Cabral, Teresa Silva Dias

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Citação (Scopus)

Resumo

Este estudo qualitativo teve como objetivo analisar as perceções de alunos adolescentes acerca dos aspetos que facilitam e dificultam a sua aprendizagem. O conhecimento das perceções dos alunos sobre a sua aprendizagem permite melhorar a qualidade dos processos de ensino-aprendizagem. A partir de um guião semiestruturado, foram realizados cinco grupos focais, em cinco escolas privadas do Norte de Portugal, tendo participado 32 alunos selecionados aleatoriamente. Os participantes eram alunos do 3º ciclo do Ensino Básico (7º, 8º e 9º anos), com idades compreendidas entre os 12 e os 15 anos. A análise dos dados seguiu um processo semi-indutivo de codificação descritiva. Os resultados realçam o papel fundamental do professor na aprendizagem; a importância da ação vs passividade dos alunos na sala de aula; a relevância da dimensão emocional e relacional para o envolvimento do aluno; e a relevância das estratégias de autorregulação da aprendizagem. Como implicações sugere-se a concretização de ações junto de professores e alunos assente nos dados recolhidos e analisados, que sejam promotoras da metacognição de ambos.
Título traduzido da contribuiçãoO que facilita e dificulta a aprendizagem? A perspetiva de adolescentes
Idioma originalEnglish
Número do artigoe46414
Número de páginas17
RevistaPsicologia em Estudo
Volume25
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - 2020

Keywords

  • Aprendizagem escolar
  • Ensino
  • Adolescência

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “O que facilita e dificulta a aprendizagem? A perspetiva de adolescentes“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação