Within couple neurophysiological concordance in naturalistic context: do we need to be concordant to empathize?

Resultado de pesquisa

Resumo

Recentemente, tem sido estudado como é que sistema nervoso autónomo reflete aspetos psicoemocionais, sendo que as interações interpessoais se assumem como uma das fontes mais ricas da resposta emocional espontânea. Consequentemente, o interesse pelo linkage psicofisiológico (PL) tem crescido na investigação e literatura, sendo um importante indicador de fenómenos psicoemocionais, como a empatia. O objetivo do presente estudo foca-se em perceber se existe associação entre PL e empatia percebida por cada um dos membros da díade romântica, bem como, perceber se esta relação varia consoante a valência da tarefa de interação. Os participantes deste estudo (N=24) preencheram um questionário de autorrelato sobre a empatia percebida em relação ao parceiro, e realizaram uma tarefa de interação diádica, na qual exploraram aspetos negativos e positivos sobre o parceiro ou relação. Durante a tarefa foram continuamente recolhidos os dados fisiológicos de interesse por forma a estimar o PL da díade. Neste estudo, encontramos associação entre PL e empatia diádica e verificamos diferenças significativas na PL consoante a valência emocional da interação diádica, particularmente tendo em consideração a atividade eletrodérmica. Os nossos resultados vão de encontro à literatura e investigação levada a cabo até à data, sugerindo que o processamento cognitivoemocional do contexto e vários construtos socioemocionais tais como a empatia, se podem refletir a nível das nossas reações fisiológicas.
Idioma originalEnglish
Instituição de premiação
  • Faculdade de Educação e Psicologia
Supervisores/Consultores
  • Oliveira-Silva, Patrícia, Supervisor
Data do prémio19 set. 2016
Estado da publicaçãoPublicado - 19 set. 2016

Keywords

  • Linkage psicofisiológico (PL)
  • Empatia diádica
  • Frequência cardíaca
  • Nível de condutância da pele
  • Tarefa de interação diádica

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Within couple neurophysiological concordance in naturalistic context: do we need to be concordant to empathize?“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação