WRAITH: seduction and glamour in advertising for luxury cars

Título traduzido da contribuição: WRAITH: sedução e fascínio em publicidade de automóveis de luxo

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Transferências (Pure)

Resumo

O objetivo deste estudo é apresentar uma análise semiótica de um spot de TV para o modelo de automóvel WRAITH, de Rolls Royce, usando a Teoria dos Signos de Charles Peirce e seu desenvolvimento da compreensão das categorias de signos de acordo com as relações entre estes e seus processos de conexão com os fenómenos do mundo. Propomos a leitura do spot de acordo com processos semióticos de semelhança nos seus vários graus. A hipótese de trabalho descreve a compreensão do spot e o significado simbólico do nome do modelo do automóvel, visando um público específico: os consumidores do mercado de luxo. O conteúdo visual do spot expressa uma tendência específica em empreendimentos criativos relacionados com questões de género na publicidade para os objetos que normalmente são vistos como brinquedos para adultos: carros de luxo. Os receptores absorvem visualmente o objeto desejado,assim como as suas características de energia, proteção, segurança e conforto que pertencem à marca esco-lhida - Rolls Royce.
Título traduzido da contribuiçãoWRAITH: sedução e fascínio em publicidade de automóveis de luxo
Idioma originalEnglish
Páginas (de-até)375-384
Número de páginas10
RevistaForma Breve
Número de emissão15
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - 2019

Keywords

  • Publicidade
  • Sedução
  • Retórica
  • Signos
  • Significado
  • Símbolo

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “WRAITH: sedução e fascínio em publicidade de automóveis de luxo“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação