A ação discursiva de Winston Churchill como reforço da sua comunicação de liderança

  • Susana Amaral da Silva (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Num período caracterizado pela constante alteração de mercados, sociedades e tecnologia, os valores de liderança e respetivos processos psicológicos assumem um papel decisivo na resolução de conflitos e mobilização de pessoas.Em 1940, quando a supremacia alemã era visível e a invasão à Grã-Bretanha parecia iminente, Churchill conseguiu rescrever a atmosfera política prevalente ao inspirar a nação e evitar o colapso moral. Impulsionando a nação para a vitória final sobre a Alemanha Nazi, Winston Churchill registou o seu estilo de liderança estratégico de sucesso, estimulado pelo seu poder de oratória, determinação e incansável fome pela vitória.O presente trabalho de investigação, cujo processo pretende demonstrar a importância do discurso como elemento de motivação, é conduzido com o objetivo de enriquecer o conhecimento já existente, cruzando a compreensão de fenómenos do mundo contemporâneo e ajudando na resolução de crises e conflitos.Sob a teoria da análise do discurso e da retórica, esta dissertação procura, assim, estudar as qualidades de um líder que permanecem válidas até à atualidade – nomeadamente na resolução de conflitos em períodos de crise internacional –, relacionando-as com as causas e os efeitos de sentido, ao longo da realidade histórica da Segunda Guerra Mundial.A problemática em análise motivou uma investigação qualitativa, compreendendo o estudo das teorias definidas na Retórica de Aristóteles (2010) e da teoria da análise do discurso de Patrick Charaudeau (2006), na avaliação dos efeitos consequentes da atividade discursiva de Winston Churchill.Os principais resultados indicam a forma como a força dos argumentos discursivos do antigo político britânico mobilizaram a opinião pública e a união em torno de determinados valores e/ou objetivos comuns, servindo como arma de propaganda, difusão, persuasão e mobilização. Sendo os seus discursos um reflexo direto do poder da palavra, estes funcionam como elemento motivador dos recetores (phatos), promovendo a união em torno do líder (ethos), bem como o efeito argumentativo e mobilizador (logos).
Data do prémio23 mar 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorNuno Goulart Brandão (Supervisor)

Keywords

  • Análise de discurso
  • Liderança
  • Winston Churchill
  • Segunda Guerra Mundial
  • Retórica

Designação

  • Mestrado em Ciências da Comunicação

Citação

'