A ansiedade na performance musical
: estudo de caso em jovens violetistas

  • Teresa Filipa Barbosa Correia (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Na sociedade agitada em que vivemos atualmente, o dia-a-dia dos estudantes exige crescentes preocupações da sua parte e dos seus educadores. Torna-se assim cada vez mais importante compreender o fenómeno da ansiedade e entender, por outro lado, até que ponto pode ser benéfica ou prejudicial, não só ao bem-estar, mas também ao rendimento dos estudantes. Foi a partir desta preocupação que se desenvolveu este trabalho cujo objetivo consistiu em averiguar os níveis de ansiedade intrínseca (ansiedade-traço) em jovens violetistas, alunos do ensino especializado da música e se estes se modificam no momento da performance (ansiedade-estado), bem como aferir as suas consequências na qualidade dessa mesma performance pública. Para tal, foi utilizado o teste estandardizado State-Trait Anxiety Inventory – STAI (Spielberger, 1983), aferido para a população portuguesa por Danilo R. Silva (2005) tendo sido aplicado a um grupo de 26 estudantes violetistas da Escola Profissional e Artística do Vale do Ave e da Escola Profissional de Música de Viana do Castelo. Para além do teste foi realizada uma audição que foi avaliada por um júri selecionado para o efeito, através de uma grelha de avaliação, a fim de se obter uma medida de desempenho da performance de cada estudante. Os resultados indicaram diferenças significativas entre os fatores ansiedade-traço e ansiedade-estado na totalidade dos participantes e nas estudantes do género feminino, individualmente considerado. Foi ainda verificada uma relação inversa entre os níveis de ansiedade e o desempenho dos estudantes, ou seja, quanto maiores foram os níveis do fator ansiedade-estado, menor foi a classificação obtida na audição. Conclui-se assim que jovens músicos podem experienciar ansiedade na performance podendo os seus níveis alterar-se de forma drástica em situações de ameaça ou stress influenciando negativamente a qualidade da performance.
Data do prémioout. 2012
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorDaniela Coimbra (Supervisor)

Designação

  • Mestrado em Ciências da Educação

Citação

'