A arte do estuque em Portugal
: contributos para um dicionário técnico

  • Joana Ferreira Pina (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Este trabalho de investigação aborda as questões terminológicas e os processos técnicos do estuque no
território português.
A arte do estuque surgiu em Portugal no século XVII, importada de Itália, pelos nossos artistas. No século
XVIII é novamente reavivada através do contacto dos nossos estucadores com artífices italianos que
vieram trabalhar para o nosso país. Os conhecimentos e perícia técnica transmitidos estão
intrinsecamente associados à terminologia específica do estuque, cujos termos originalmente italianos,
nem sempre tinham equivalente em português, apesar da origem latina de ambas as línguas. Com o
passar dos tempos, foram naturalmente surgindo corruptelas dos termos italianos originais e diferenças
terminológicas entre os artífices do Norte e do Sul do país.
Através de entrevistas realizadas a profissionais ligados à arte do estuque, foi possível eliminar muitas
das dúvidas terminológicas existentes, afim de permitir esclarecer: i) a interdisciplinaridade dos vários
artífices, ii) a necessidade de conhecer os suportes onde são aplicados os trabalhos de estuque nos
edifícios antigos, iii) as diversas técnicas de execução tanto de estuques brancos como coloridos, iv) os
diversos procedimentos que são imprescindíveis para a execução desta arte e, por fim, v) os materiais
e as ferramentas.
A necessidade de compilar num documento a arte do estuque materializou-se num dicionário técnico
que permitiu estabelecer relações entre as diversas fontes e bibliografia portuguesa com as entrevistas
realizadas.
O dicionário com um total de 163 entradas, está estruturado em seis capítulos, a saber: Artífices,
Suportes, Procedimentos, Materiais, Ferramentas e Técnicas, este último por sua vez subdividido em:
técnicas de estuques, técnicas de estuques colorido e processos auxiliares às técnicas. Em cada capítulo,
organizam-se alfabeticamente as respetivas entradas, que podem ser consultadas directamente através
de um índice de página por conceito.
Num futuro próximo, esperamos que o dicionário contido nesta dissertação de mestrado venha a ser
publicado e fique acessível a investigadores, profissionais e público em geral, com a ambição de ter um
impacto importante na divulgação, valorização e preservação da arte decorativa dos estuques.

Data do prémio16 jan 2020
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorEduarda Vieira (Supervisor) & Arlindo Silva (Co-Orientador)

Keywords

  • Estuque
  • Portugal
  • Dicionário técnico
  • Conservação
  • Reabilitação

Designação

  • Mestrado em Conservação e Restauro de Bens Culturais

Citação

'