A atitude dos consumidores face às relações públicas

  • Luís Miguel Pinto Guerra Soveral Andrade (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Frequentemente percepcionadas como uma área menor na comunicação das marcas e organizações (Tench e Yoemans, 2006), as relações públicas (RP) estão, progressivamente, a ganhar uma maior projecção em diversos contextos. Face a esta realidade, a presente investigação teve como objectivo o estudo das atitudes dos consumidores em relação ao conceito, às funções e às actividades de relações públicas. Neste sentido, foi desenvolvida uma investigação exploratória, de natureza essencialmente quantitativa, com recurso ao questionário. A amostra é constituída por 106 indivíduos, com idades entre os 20 e os 50 anos e com residência no Grande Porto. Os resultados obtidos demonstram que, ao contrário do que se esperava, os sujeitos apresentam um grau de conhecimento significativo relativamente às actividades de RP e às funções dos seus profissionais. No entanto, apesar das associações a Disciplina académica e Profissionalismo, a verdade é que as relações públicas surgem, ainda, fortemente associadas a Festas e Celebridades, o que não favorece a afirmação da seriedade da profissão. Destaca-se ainda a elevada associação a conceitos negativamente conotados como Persuasão, Manipulação e Propaganda. Os dados obtidos permitem, ainda, concluir que as quatro acções de RP especificamente avaliadas (relacionamento com os media, eventos, patrocínio e filantropia corporativa) são, globalmente, bem percepcionadas (à excepção dos eventos), apresentando, ainda, um elevado potencial para a criação de um ambiente de vendas favorável. Foi, ainda, aplicada uma análise factorial a dois grupos de variáveis, através da qual se procurou encontrar conceitos mais abrangentes relacionados com o universo das relações públicas. Foi possível encontrar três factores para o primeiro grupo de variáveis e quatro factores para o segundo. O presente estudo contribui, assim, para o enriquecimento da literatura acerca de uma temática no domínio das RP ainda pouco explorada cientificamente, pelo menos a nível nacional; revelando ser, igualmente, uma mais-valia para os profissionais de RP que procurem influenciar favoravelmente as atitudes dos consumidores. Os resultados do estudo alertam, ainda, para a necessidade de uma maior profissionalização da actividade, bem como para uma maior consciencialização acerca do potencial das RP.
Data do prémio2010
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorAna Côrte Real (Supervisor)

Keywords

  • Relações públicas
  • Funções
  • Atividades de RP
  • Atitudes
  • Consumidores

Designação

  • Mestrado em Marketing

Citação

'