A comunicação como estratégia promotora de conforto

  • Ana Patrícia Canas Marques (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Existe a necessidade de desenvolver e saber mobilizar competências, aperfeiçoarmo-nos profissionalmente, através da formação contínua, preferindo sempre o conhecimento gerado pela investigação e teoria de enfermagem. De modo a cumprir o dever do aperfeiçoamento profissional, procurei a especialização em enfermagem em médico cirúrgica. Esta especialização que tem como objetivo primordial desenvolver competências técnicas, cientificas, éticas e relacionais na prestação de cuidados de Enfermagem especializados à pessoa em situação crítica e sua família bem como à pessoa em situação crónica e paliativa. Além disso, tendo como tema transversal “A comunicação como estratégia promotora de conforto”, pretende também sintetizar a revisão integrativa da literatura e analisar a perceção dos enfermeiros acerca da temática. O presente relatório visa descrever, refletir e analisar de que forma foram adquiridas e desenvolvidas essas competências, utilizando uma metodologia descritiva e analítica, que servirá de espelho do meu percurso formativo nos três locais de Estágio, tendo como principais finalidades; identificar as atividades/estratégias para atingir os objetivos definidos; reconhecer as competências desenvolvidas enquanto Enfermeira na área de especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica na prestação de cuidados de saúde à pessoa e sua família de médio e alto risco, bem como na prestação à pessoa em situação crónica e paliativa; dar a conhecer a análise crítico-reflexiva efetuada sobre as intervenções desenvolvidas nos Estágios. No contexto do Hospital de dia de Quimioterapia desenvolvi competências comunicacionais e relacionais com a pessoa em situação crónica e sua família, promovendo interação enfermeiro-pessoa-família, estabelecendo atitudes de sensibilidade e empatia, cooperando para uma assistência humanizada. Na Unidade de Urgência Médica, mantive o meu agir e a sensibilização dos enfermeiros acerca da importância da comunicação, principalmente com a pessoa com “barreiras de comunicação”, assim como com os famíliares. No serviço de urgência, desenvolvi competências ao nível da gestão de prioridades com vista à estabilidade hemodinâmica da pessoa em situação crítica, discuti e analisei situações da prática dos enfermeiros que careceram do recurso a competências especializadas, tendo como premissa um agir profissional consciente e responsável. Considerou-se a pertinência de realização de trabalhos individualizados sobre os temas “Comunicação como estratégia promotora de conforto na pessoa submetida a 7 quimioterapia”, “Comunicação como estratégia promotora de conforto na pessoa submetida a quimioterapia: perceção dos enfermeiros”, Cuidados de enfermagem à pessoa com Síndrome de Dificuldade Aguda Respiratória em decúbito ventral. Uma prática especializada é evidenciada através de uma aprendizagem constante, pensamento crítico, reflexivo e uma tomada de decisão fundamentada em evidência científica. Considero, assim, que a articulação destas premissas foi fundamental para a construção de uma nova identidade profissional, a de Enfermeira Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica.
Data do prémio4 abr 2018
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorSérgio Deodato (Supervisor)

Keywords

  • Enfermagem
  • Enfermeira especialista
  • Competências
  • Conforto
  • Comunicação

Designação

  • Mestrado em Enfermagem

Citação

'