A dose of creativity
: an integrative review of the effects of psychedelics on creativity

Título traduzido da tese: Uma dose de criatividade: uma revisão integrativa dos efeitos dos psicadélicos na criatividade
  • Miguel Ângelo Lexim Rouçado Oliveira Costa (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Introdução: A criatividade é um ativo valioso no mundo moderno que pode ser definida como a capacidade de criar ideias ou artefactos que são originais e valiosos. Os psicadélicos clássicos (i.e., dimetiltriptamina, psilocibina, dietilamida do ácido lisérgico e mescalina) são desde há muito valorizados como substâncias que podem aumentar a criatividade nos seus utilizadores. O ressurgimento recente na investigação psicadélica representa uma oportunidade de compreender os efeitos psicológicos, cognitivos e comportamentais que estas substâncias exercem no ser humano. Esta revisão integrativa teve como objetivo sumarizar o conhecimento relativo aos efeitos que os psicadélicos podem ter na criatividade, analisando todos os estudos realizados à data que avaliassem a relação entre psicadélicos e criatividade através de medidas psicométricos. Métodos: Foi realizada uma pesquisa nas bases de dados MEDLINE, Web of Science e PsycINFO por estudos publicados até 17 de novembro de 2020, bem como em outras fontes relevantes, que avaliassem mudanças na criatividade relacionadas com administração de psicadélicos. Resultados: Dos 314 estudos identificados, um total de 10 estudos foram incluídos e analisados, dos quais 5 eram quasi-experiências, 4 eram observacionais/naturalísticos e apenas 1 era um ensaio randomizado controlado. Todas as quatro principais substâncias psicadélicas estiveram representadas. Todos os estudos avaliaram componentes e subcomponentes de pensamento divergente e/ou convergente, enquanto que apenas um avaliou produção criativa. Na maioria dos estudos, o pensamento divergente aumentou durante a fase aguda da toma da substância e o pensamento convergente aumentou a longo-prazo. Conclusões: Os psicadélicos aparentam ser substâncias capazes de elevar o pensamento divergente na fase aguda e o pensamento convergente nas fases posteriores. No entanto, esta evidência é ainda limitada tendo em conta o baixo número de estudos disponíveis, o reduzido tamanho da amostra, a ausência de ensaios randomizados controlados e limitações metodológicas significativas na maioria dos estudos. São discutidos possíveis mecanismos na base destes efeitos e sugestões para estudos futuros.
Data do prémio6 mai 2021
Idioma originalEnglish
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorPedro Zuzarte (Supervisor) & Filipa Ribeiro (Co-Orientador)

Keywords

  • Alucinógenos
  • Ayahuasca
  • Criatividade
  • Dietilamida do ácido lisérgico
  • Dimetiltriptamina
  • Mescalina
  • Originalidade
  • Pensamento convergente
  • Pensamento divergente
  • Psicadélicos
  • Psilocibina

Designação

  • Mestrado em Neuropsicologia

Citação

'